quarta-feira, 6 de abril de 2011

Nada



Gosto da tranqüilidade que a alma me traz em alguns momentos.
Sinto o mundo passar em suas variações de velocidades.
E eu aqui, sendo mais nada. E isso é bom.
Nossa! Como é bom.

foto: André Auke

4 comentários:

Francy´s Oliva disse...

É carissimo o nada muitas vezes é tudo.
bjs, bom final de semana.

Chá de Fita disse...

aquele momento nós com nós mesmos

Tata disse...

bom respirar assim vezemquando...

Mihh' disse...

Momentos em que não há nada melhor do que ficarmos sozinhos com nós mesmos por escolha própria. Ótimos momentos!