quarta-feira, 13 de agosto de 2008

o silêncio de um orgasmo


Menina bonita, corpo xingado e sabor de pecado.
Leva-me contigo e me beija na boca, quero ser menino no seu colo e homem na tua cama.
Descobrir o seu corpo sem os olhos, amar a vida somente porque você existe.
Como um pescador em seu mar, onde a necessidade e a divindade dão as mãos em nossos lençóis, nossas mãos se perdem na dança entrelaçada de nossas vontades.
Virtudes, deixo no chão. Crenças, debaixo da cama. Os outros, no quarto do lado, pois somos livres quando nossos orgasmos se encontram.
Pequena dama, quero estar dentro do teu corpo as vinte e quatro horas do dia. Sua flor desabrocha o meu ser. Sou egoísta, pois neste presente não me importo com nada.Prefiro o silêncio de estar contigo do que o barulho do mundo.
Não estou fugindo de nada, apenas me encontrando. Mesmo que venham atrás de mim, eles passarão, pois do lugar onde estou, quando nossos corpos se falam, só eu posso estar.
Menina bonita que passa e mexe comigo, nossa comunicação não está neste tempo, entenda isso, só assim as futilidades caem, só assim nos vemos com os olhos do coração.
Minha pequena dama, deixo meus sonhos em nossos travesseiros e a realidade para aqueles que acreditam nela.
Não sou feito de sonhos ou realidade, sou o sonho e a realidade ao mesmo tempo em que sou nada.
Um nada que adora viver o momento sem tempo de um orgasmo, do que o tempo de um relógio.
Menina bonita, vem comigo ser nada dentro do silêncio e deixar a nossa transpiração falar, pois eu... Não quero dizer nada.

10 comentários:

Jussara disse...

Quando vi o título: "O silêncio de um orgasmo" já me interessei, como uma boa Escorpiana que sou, rsrsrs
Logo na primeira frase o texto nos instiga e nos remete para dentro dele.
'Menina bonita, corpo xingado e sabor de pecado.'
Pronto,já estou mergulhada em cada palavra...
Já acompanho suas poesias e textos a um tempo, né?
Vc está cada vez melhor, maduro.
É isso, um texto maduro, atraente, com boas doses escorpianas, rsrsrs
Influências???

Algumas coisinhas da Jéssica disse...

Uau!!!!!!
Que delícia!!!!!!!!!!!
Não vou escrever mais nada porque posso me entregar demais (rs,rs)

Jairo Pereira disse...

Que tererê é esse meu rapaz?
Coisa boa de se ler
deu até uma coceguinha levada
Poesia pra ler, entrar no clima
e pular na cama, ou em qualquer lugar que a sede se encontre com a vontade de comer...
Muito bom mesmo
Superação é a chave para o sucesso!!!!

Bruna Toniolo disse...

Texto bom esse ein! É daqueles que lemos correndo, ansiosos pela próxima frase, pela próxima mensagem..e claro, sem deixar de sentir as emoções do que já foi lido!
Ler, reler e amar!

Gabi disse...

Hot...

Sandrinha disse...

André...rs (sem palavras)
Que texto bonito,emocionante, envolvente, delicioso...enfim, uma mistura de sensações, que me fez viajar e mergulhar junto com tanta inspiração e delicadeza, parabéns. Vou procurar frequentar mais este seu cantinho.
Grande abraço.

Nadia disse...

Nossa...
Me ensina a escrever assim?


Seus textos me fazem pensar, engraçado né?
Queria parar de fugir pra ter tempo pra me encontrar.

Ai ai...

"Deixo meus sonhos em nossos travesseiros e a realidade para aqueles que acreditam nela."
Gostei demais dessa frase.
xD

:*

Anônimo disse...

Que delica ler este seu poema, apesar de ser muito chamativo rs... vontade mesmo de ouvi-lo de você.

Boa idéia, fazer um momento com leituras de seus poemas. Seria ótimo.

Beijos com saudades...

Nany...

acqua disse...

Seria um abuso eu convidar você a participar do Coletânea Artesanal (www.coletaneartesanal.wordpress.com) no dia 28 de fevereiro - edição Retrato Natural com esse texto. Espero eu que não. Abraços meus

Anônimo disse...

QUANTO AMOR!!

ABRAÇOS
JAMILE